Aba

segunda-feira, 8 de abril de 2019

Áreas diferentes da língua sentem sabores diferentes: Fake ou News?


Quem na época em que estava na escola não viu um “mapa da língua” mostrando em que locais sentimos os diferentes sabores? Um pequeno diagrama com seções cuidadosamente delimitadas para diferentes receptores gustativos: doce na frente, salgado e azedo nos lados e amargo na parte detrás. A imagem é muito conhecida, mas está errada!


Mapa da língua: ERRADO!

Pesquisas sobre a percepção quimiossensorial revelaram já há muito tempo que a capacidade de provar doce, salgado, azedo e amargo não é seccionada em diferentes partes da língua. Os receptores que captam esses gostos estão distribuídos por toda parte. Então como começou essa confusão?

O mito surgiu de uma tradução errada feita por um professor inglês de um artigo alemão. "Este conceito, apesar de muito difundido, foi baseado em interpretações erradas de estudos do século 19", explica o médico otorrinolaringologista Felippe Felix, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Ele está falando de um artigo de 1901, do cientista alemão David P. Hänig.

Hänig descobriu que existia alguma variação na forma em que os estímulos eram registrados em toda a região da língua. O problema não é com as descobertas de Hänig, e sim com a forma que ele decidiu apresentar essa informação. Para a publicação ele criou um gráfico que ilustra a mudança relativa da sensibilidade para cada sabor em cada região, e não qual sabor é sentido naquele local.

As papilas gustativas. As verdadeiras responsáveis pelos sabores que sentimos. Fonte: Anatomia em Foco.

 Atualmente, sabemos que todas as áreas da boca contendo papilas gustativas - incluindo várias partes da língua, o palato mole (no céu da boca) e a garganta - são sensíveis a todos os sabores. A informação do sabor é transportada da língua para o cérebro através de dois nervos cranianos.
Apesar de toda a evidência científica que temos hoje, o “mapa da língua” continua sendo ensinado de forma errônea em várias escolas pelo mundo todo. O teste final e definitivo pode ser feito em casa ou na própria escola. Tome uma xícara de chá ou coloque sal na ponta da língua. Você perceberá que a língua sente os sabores em toda a sua área.

Para ler mais:
https://www.nature.com/articles/35007072
https://www.annualreviews.org/doi/10.1146/annurev.nutr.26.061505.111329
https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0092867400806583?via%3Dihub
https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0092867400807060?via%3Dihub

Sobre o autor:

Diego Henrique Mirandola Dias Vieira é biólogo, mestre e doutorando em zoologia pelo Instituto de Biociências da Unesp de Botucatu. Queria ser jogador de futebol mas se escolheu a profissão que tem maior salário. Faz pesquisa na área de parasitologia de peixes.

Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seja um colaborador!

Postagens populares

Total de visualizações

Seguidores

Tecnologia do Blogger.