Aba


quinta-feira, 7 de março de 2019

Cães só veem em preto e branco: Fato ou Fake?


Todos vocês já devem ter ouvido falar que o melhor amigo do homem só enxerga em preto e branco. Porém, essa história é FAKE.

Figura 1 – Imagens do filme Up (Disney/Pixar).

É verdade que os cachorros veem menos cores do que os seres humanos. Porém, cães vem mais do que apenas tons de cinza: esses animais podem distinguir vários tons de amarelo e azul como amarelo escuro, amarelo acinzentado, amarelo claro, azul claro e azul acinzentado.

Figura 2 – Espectro de cores percebido por cães e humanos. Retirado de: https://ethology.eu/the-dogs-color-vision-and-what-it-means-for-our-training/

Mas porque nós e os cães percebemos as cores diferentemente? Tanto nos olhos dos humanos quanto nos dos cães, a percepção de cores ocorre graças a células chamadas cones. Existem vários tipos de cones, sendo que cada um percebe um comprimento de onda (uma cor) diferente. Nos olhos dos humanos, há três tipos de cones, especializados em perceber a luz vermelha, azul e verde, sendo que todas as outras cores percebidas são como misturas dessas três informações. Já os cães possuem apenas dois tipos de cones: para as luzes azuis e amarelas, o que está relacionado à menor quantidade de cores enxergadas por esses animais.Isso significa que os cães possuem “daltonismo” para o vermelho e verde, ou seja, não enxergam cores dentro desse espectro.

Para testar essa hipótese, o pesquisador Marcello Siniscalchi e colegas fizeram uma versão caninado teste de Ishihara, que normalmente é utilizado para identificar daltonismo em humanos, mostrando um gato em movimento ao invés de números e  foi comprovado: cães têm dificuldade em perceber o vermelho e o verde.

Figura 3 – Teste de daltonismo para humanos (esquerda) e para cães (direita). Retirado de Siniscalchi, Marcello; d'Ingeo, Serenella; Fornelli, Serena; Quaranta, Angelo (2017). "Are dogsred–greencolourblind?".

Porém, isso não significa que nossos animais de estimação não enxerguem outras cores. Em um estudo liderado pela pesquisadora russa Anna Kasparson, utilizaram caixas com diferentes cores (tons de amarelo ou tons de azul) contendo carne, mas apenas uma estava destrancada.Na primeira etapa do estudo, os cientistas “ensinaram” aos cães qual das caixas estava destrancada e, na etapa seguinte, os animais treinados deveriam descobrir qual era a caixa destrancada apenas com base na cor ou no brilho. Dessa maneira, o estudo demonstrou que os cachorros conseguiam utilizar informações de cor para distinguir as caixas e ter acesso à carne.

Em conclusão, é mito que os cães enxergam apenas em tons de cinza. Eles conseguem distinguir algumas cores, porém menos tons que os seres humanos.


Quer saber mais?
Siniscalchi, Marcello; d'Ingeo, Serenella; Fornelli, Serena; Quaranta, Angelo (2017). "Are dogs red–green colour blind?" (artigo científico em inglês): https://royalsocietypublishing.org/doi/10.1098/rsos.170869#d491174e932s
Dogs are red-greencolourblind, research indicates (artigo jornalístico em inglês): https://www.telegraph.co.uk/science/2017/11/08/dogs-red-green-colour-blind-research-indicates/
Anna A. Kasparson , Jason Badridze , and Vadim V. Maximov (2013).Color cues proved to be more informative for dogs than brightness (artigo científico em inglês): https://royalsocietypublishing.org/doi/10.1098/rspb.2013.1356
New Study Shows That Dogs Use Color Vision After All (artigo jornalístico em inglês): https://www.smithsonianmag.com/science-nature/new-study-shows-that-dogs-use-color-vision-after-all-13168563/


Por: Maria Laura
marialgk@gmail.com
Estudante de Graduação em Ciências Biológicas no Instituto de Biociências de Botucatu - UNESP, com período de Intercâmbio na Universidade de Glasgow. Realiza pesquisa sobre Biologia Molecular do músculo no Departamento de Morfologia do IBB-UNESP.
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

Seja um colaborador!

Postagens populares

Total de visualizações

Seguidores

Tecnologia do Blogger.