Aba

terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

CSI Pantera Negra: as cachoeiras de Wakanda podem ser reais?


Se você viu Pantera Negra, indicado ao Oscar 2019 em diversas categorias (inclusive de melhor filme), provavelmente ficou maravilhado com Wakanda. Os cenários da cidade são incríveis, principalmente nos momentos em que a natureza se mostra tão conectada com a tecnologia futurística daquela nação. As cenas são tão belas que fica difícil de acreditar que aquelas paisagens podem ser reais. Mas, de certa forma, são.


Algumas das cenas de cachoeiras adicionadas no filme foram filmadas nas Cataratas do Iguaçu, que ficam na fronteira entre o Brasil e a Argentina! Elas já foram cenários para diversas produções de Hollywood, como Tarzan (1966), Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal (2008) e As Tartarugas Ninja (2016). Não esperávamos menos de uma das Sete Maravilhas Naturais do Mundo (clique aqui para ver todas!), não é mesmo? Mesmo com toda a tecnologia de imagens geradas por computadores, a natureza ainda é a nossa fonte básica para a produção de imagens espetaculares. E se nem mesmo a tecnologia atual produz um cenário deslumbrante como este, como é que o ambiente o fez?


Essa história começa há muitos anos atrás, mais precisamente no Cretáceo. Nesse período, houve a separação das terras sul-americanas das africanas e muito derramamento de lava na superfície. Isso acabou criando diferentes camadas na terra, como se fosse um bolo, explicando o motivo pelo qual as Cataratas são em degraus!




Não podemos deixar de falar de um ponto alto sobre as “cachus”: a água. Sem ela não haveria Cataratas para se escrever sobre, aliás. Estas ficam na cidade de Foz do Iguaçu porque o Rio Iguaçu nasce próximo ao litoral do estado e corre em direção ao interior, desaguando no Rio Paraná.

Essa movimentação ocorre dessa forma por conta de outro antigo movimento geológico. Quando surgiram as Cordilheiras dos Andes, as movimentações das placas tectônicas elevaram o leste do continente, fazendo com que os rios se direcionassem de leste (mais alto) para oeste (mais baixo). Quando as águas do Iguaçu encontraram as do Paraná, o desnível entre eles era muito grande. Estavam formadas as primeiras Cataratas!


Porém, isso foi há mais de um milhão de anos. A força das águas das Cataratas é tão intensa que provoca a erosão da sua borda em mais de um centímetro por ano, e se considerarmos que isso ocorre há mais de um milhão de anos, temos o seguinte resultado: atualmente as Cataratas estão distantes 21 quilômetros da foz do Rio Iguaçu!

No canto esquerdo da imagem, aparece o encontro do Rio Iguaçu com o Rio Paraná. As Cataratas foram lá no passado, mas hoje se encontram mais acima do Rio Iguaçu (centro da imagem).

No fim das contas, os movimentos tectônicos acabaram por construir um dos maiores destinos turísticos do Brasil, em uma região de tamanha beleza que ainda a usamos para construir nossos filmes. Aparentemente, precisamos de mais um tempo para aprender a construir nossos cenários, já que a Terra está um pouco adiantada na disciplina.


Quer saber mais?
http://www.mineropar.pr.gov.br
https://blog.chicorei.com/pantera-negra-o-mundo-de-wakanda/
https://comicherald.tumblr.com/post/182217255846
https://www.audleytravel.com/ie/argentina/itinerary-ideas
https://saopaulosemmesmice.com.br/cataratas-do-iguacu-lado-brasileiro/
https://cdn.zmescience.com/wp-content/uploads/2016/09/2000px-Cratons_West_Gondwana.svg.png#content
http://outrageografia.blogspot.com/2012/06/relevo-do-parana.html

Por: Felipe Pereira
pereira.felipe131@gmail.com




Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seja um colaborador!

Postagens populares

Total de visualizações

Seguidores

Tecnologia do Blogger.