Aba

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

O que você precisa saber sobre a febre amarela!

Por:




Adauto L Cardoso
adautolimacardoso@gmail.com


A febre amarela é uma doença tropical, o que significa ela é mais difundida nas regiões tropicas e subtropicais do planeta, incluindo o Brasil. Apesar de ser considerada erradicada nas áreas urbanas do país, nos últimos anos, vários surtos da doença vêm sendo registrados.

Essa doença é classificada como infecciosa, o que significa que ela é causada por um agente patogênico, nesse caso o vírus da febre amarela. Esse vírus é transmitido, em áreas urbanas, pelo mosquito Aedes aegypti contaminado, e em áreas silvestres por mosquitos dos gêneros Sabethes e Haemagogus. Os casos recentes ocorridos no Brasil têm sido identificados como febre amarela silvestre, o que indica que foram contraídos em áreas de mata ou áreas rurais.

Os mosquitos são os únicos transmissores dessa doença para o ser humano. Outros animais, como os macacos, são vítimas e não seus transmissores. Assim, o combate ao mosquito é uma importante forma de prevenção da doença tanto para o ser humano como para outros animais.

(A) Bugio que foi atacado por seres humanos por acharem que os macacos podem transmitir a febre amarela. (B) Mosqutio Aedes aegypti, um dos transmissores do vírus da febre amarela.

A vacinação é outra importante medida para evitar a contaminação. Uma dose única padrão da vacina tem eficácia por toda a vida. Já a dose fracionada (um quinto do volume da dose padrão), que possui a mesma eficiência da dose padrão, tem validade por pelo menos 8 anos. Grávidas, mulheres que estão amamentando e crianças de até seis meses de idade não podem tomar nenhum tipo de dose da vacina.

Os sintomas da da febre amarela são febre, calafrios, forte dor de cabeça, dores musculares, perda de apetite, vômitos e fraqueza. Muitas pessoas melhoram em até cinco dias, porém, algumas evoluem para a forma grave da doença, caracterizada por icterícia (coloração amarelada da pele), hemorragia e insuficiências dos órgãos.

Não existe um tratamento específico para a febre amarela e medicamentos, como analgésicos, podem ser usados para aliviar alguns dos sintomas, como a febre e dores. Porém, não é recomendado a utilização de analgésicos sem acompanhamento médico, uma vez que esses medicamentos podem aumentar as chances de hemorragia.




Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seja um colaborador!

Postagens populares

Total de visualizações

Seguidores

Tecnologia do Blogger.