Aba

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Desvendando os memes




Por: Maria Laura
marialgk@gmail.com

Todos nós nos deparamos com centenas de memes por dia, principalmente nas redes sociais. Mas quando falamos de memes, estamos nos referindo apenas às piadas engraçadas da internet, certo? A resposta é não! O meme é um importante conceito, usado para explicar a Evolução Cultural, proposto por Richard Dawkins em seu polêmico livro O Gene Egoísta, de 1976.


Nesse contexto, memes são qualquer tipo de ideia ou elemento cultural- músicas, filmes, ideologias, costumes, teorias científicas, mitologia, etc. (e também piadas da internet, stricto sensu). De acordo com Dawkins, memes passam por um processo parecido com a seleção natural de genes. Por isso a palavra meme foi cunhada como junção das palavras “gene” e “memória”.

Como funciona a seleção natural de genes?

Os genes determinam as características físicas, comportamentais e metabólicas dos organismos. Por exemplo, uma flor lilás possui genes que determinam sua cor arroxeada. Porém, algumas características são mais favoráveis que outras.


Por exemplo, alguns pavões são mais coloridos que os outros. Os animais menos coloridos não são tão bons em atrair as fêmeas, e por isso têm menos filhotes. Já as aves mais coloridas são mais atraentes e assim têm maior número de filhos. Como os genes são hereditários, seus filhotinhos de pavão também serão coloridos. Por isso, ao longo do tempo, a população de pavões vai ter cada vez mais animais coloridos (reproduzem-se mais), e menos animais desbotados (reproduzem-semenos). Por isso, pavões coloridos são mais frequentes.

Esse processo em que animais com alguns genes se “dão melhor” que outros é chamado de seleção natural.

Como funciona a seleção memética?

Com os memes, acontece um processo bem parecido. Por exemplo, algumas piadas são mais engraçadas que outras. Piadas mais engraçadas serão compartilhadas, “retweetadas”, e encaminhadas para um maior número de pessoas. Já piadas sem graça não terão um grande alcance. Como consequência, após algum tempo a piada engraçada terá se tornado um viral em todas as redes sociais, enquanto aquela que ninguém entendeu terá desaparecido.


Agora, imagine que isso pode ocorrer com todos os tipos de memes: filmes mais ou menos populares, roupas mais ou menos na moda, objetos mais ou menos úteis, ideias mais ou menos convincentes. E assim o nosso universo cultural é alterado da mesma forma que as espécies são.

Porém, é interessante notar que essa maneira pela qual a nossa cultura evolui não necessariamente nos leva a “melhorias”. Afinal, as músicas mais populares são as mais “grudentas” ou as de melhor qualidade? Os hábitos da maioria das pessoas são os mais convenientes ou os mais ecologicamente sustentáveis? As características culturais que são selecionadas são sempre as eticamente corretas?

O que você acha? Deixe sua opinião nos comentários. Esperamos que vocês tenham gostado de descobrir o significado científico de meme. Se houver mais alguma coisa legal que vocês gostariam que nós comentássemos, é só deixarem suas sugestões abaixo!

Sobre a autora: Estudante de Graduação em Ciências Biológicas no Instituto de Biociências de Botucatu - UNESP, com período de Intercâmbio na Universidade de Glasgow. Realiza pesquisa sobre Biologia Molecular do músculo no Departamento de Morfologia do IBB-UNESP.
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

Um comentário:

Seja um colaborador!

Postagens populares

Total de visualizações

Seguidores

Tecnologia do Blogger.