Aba

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Brainbow


via GIPHY
Foto: Neurônios individualmente marcados no gânglio ciliar de embrião de galinha, aumento de 30X, microscopia confocal. Ryo Egawa. Escola de Medicina da Universidade de Nagoya, Nagoya, Japão. GIF produzido com o site https://giphy.com a partir do vídeo da Nikon Small World.


O tecido nervoso, que compõe órgãos como o cérebro e a medula espinhal,  tem dois tipos de células: as células da glia e os neurônios. Os neurônios são particularmente importantes, pois eles são os responsáveis pela transmissão de sinais que nos permitem movimentar, pensar e sentir o mundo ao nosso redor. Como cada neurônio tem sua própria rede de conexões, é interessante observá-los individualmente. Para isso, foi desenvolvida a tecnologia brainbow (brain + rainbow), que permite marcar cada uma dessas células com uma cor diferente.


 Foto: Brainbow do hipocampo de rato, aumento de 40X, microscopia confocal. Tamily Weissman. Departamento de Biologia Celular e Molecular da Universidade de Harvard, Massachusetts, EUA. Imagem obtida em Nikon Small World.


Foto: Brainbow de células de Purkinje, no cerebelo. Jeff Lichtman. Universidade de Harvard, Massachusetts, EUA. Imagem obtida em http://cbs.fas.harvard.edu/science/connectome-project/brainbow#.

Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seja um colaborador!

Postagens populares

Total de visualizações

Seguidores

Tecnologia do Blogger.