Aba

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Por que o pescoço e as pernas da girafa são tão compridos?

 
Por: Érica Ramos
erica.ramos00@gmail.com

Há tempos os cientistas que estudam as teorias da evolução tentam entender o mistério dos pescoços e pernas tão compridos das girafas, e isso não é nenhum segredo. Antes de Darwin e Wallace, Lammarck propôs que as girafas teriam  adquirido a característica de pescoço alongado e, então, transmitido essa característica aos seus descendentes. Segundo ele, isso ocorreu para que os animais alcançassem as folhas dos extratos mais altos das árvores e, assim, obtivessem vantagens sobre outros herbívoros,
Darwin e Wallace romperam com os conceitos de Lammarck, trazendo a ideia de que a Seleção Natural estaria atuando sobre uma variabilidade de tamanhos de pescoço já existentes na população. Dessa forma, haveriam girafas com pescoços maiores e, também, girafas com pescoços mais curtos. Com o tempo, as girafas com pescoços longos conseguiram mais alimento, sobreviveram e, sobretudo, se reproduziram diferencialmente em relação às de pescoço curto. E, ao longo de várias gerações, isso permitiu que essa característica fosse passada aos seus descendentes, aumentando a incidência dela nas populações.
Baseados na ideia de Darwin, alguns pesquisadores contemporâneos, buscam entender qual fator ambiental levaria à seleção de girafas com pescoço alongado. Seria esse fator uma questão alimentar (folhas dos extratos mais altos)?
Um dessas hipóteses, a de Pincher e colaboradores (1949), por exemplo, propôs que o pescoço longo fosse uma adaptação selecionada em função de permitir que as girafas tivessem pernas mais longas. Isso possibilitaria uma corrida mais rápida em relação aos seus predadores, e elas ainda seriam capazes de beber água de rios baixos (pescoço longo). Essa teoria foi desacreditada assim que fósseis de girafas com pescoços curtos e pernas longas foram encontrados, mostrando que esses animais viveram muito bem com esse conjunto de características por milhões de anos.
Então a que se deve o pescoço e as pernas longas da atual espécie?
O estudo de Mitchell e colaboradores, saído do forno neste mês de outubro (2017), pode ajudar a responder essa questão. Eles propõem que o fato de o pescoço e as pernas serem longas está intimamente relacionado com o comportamento das girafas. O comportamento em questão é o “direcionar o rosto” para o sol. Segundo os cientistas, ao direcionar a cabeça para o sol, o pescoço comprido e as pernas compridas se alinham e reduzem a superfície do corpo da girafa exposto diretamente ao calor do sol. Mas qual a vantagem? Temos que lembrar que esses animais habitam regiões muito quentes e secas e, apesar disso, mantém sua temperatura corpórea a 38,5°C, do contrário morreriam. Nesse caso, a hipótese é de que a anatomia e o comportamento das girafas permitem diminuir a área de superfície diretamente exposta ao sol, o que diminui o calor sobre o animal e, em conjunto com outros comportamentos e características fisiológicas, evita que ele desidrate ou tenha sua temperatura corpórea aumentada. 
Nesse estudo, eles também desacreditaram algumas outras hipóteses, como, por exemplo, a de que os pescoços longos estariam relacionados com o aumento de área de superfície em relação à massa corporal. O grupo fez medidas do corpo das girafas (Figura 1) e verificou que esta medida é bastante parecida com o de outros animais de mesma massa corpórea, não justificando pescoços alongados.
Finalmente, é provável que existam muitos fatores atuantes na seleção de pescoços e pernas longas nas girafas, e estudos futuros devem ajudar a entender a questão.


Figura 1: Ilustração das partes do corpo da girafa cujas medidas foram mensuradas no estudo.


Sobre a autora: Bióloga e Mestre em Ciências Biológicas (Genética) pela UNESP, apaixonada pelo tema Educação e, também, editora desta página de Divulgação Científica. No momento atua como aluna de doutorado na UNESP, na área de Genética.

Quer saber mais? Veja os links abaixo:
-Em português
-Em inglês


Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seja um colaborador!

Postagens populares

Total de visualizações

Seguidores

Tecnologia do Blogger.