Aba

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Quer aprender sobre menstruação? A Judith te ajuda

 


Por: Lúcia Regina Machado da Rocha
lrocha@ibb.unesp.br

O aparecimento do ciclo menstrual nas meninas é um acontecimento importante e marcante, pois sinaliza as mudanças do seu corpo frente ao surgimento dos hormônios sexuais, e com isso o início de sua passagem para a vida adulta. Na escola, pode-se estudar o ciclo menstrual em vários momentos: final do ensino fundamental e/ou ensino médio. A profundidade com a qual o tema deve ser trabalhado pode ser diferente de acordo com a etapa de desenvolvimento dos alunos dentro do processo de ensino-aprendizagem da disciplina.
Para trabalhar melhor esses conceitos, uma das estratégias é utilizar modelos didáticos. No curso de férias “Reprodução de A a Z” foi criado um modelo didádico em isopor que possibilita trabalhar o tema em diferentes níveis (Figura 1).
Figura 1: Neste modelo, em tamanho aumentado para melhor visualização e manuseio, podemos observar: vagina, canal vaginal, colo uterino, corpo do útero com endométrio, tubas uterinas, fímbrias e ovários (A) a relação de todos os hormônios envolvidos no ciclo menstrual (B).
Judith é o nosso modelo, idealizado por dois alunos de Pós-graduação da área da Física Médica: Juliana Fernandes de Matos e Luiz Gustavo de Oliveira Simões, sob orientação das Professoras Dras. Lucia Regina Machado da Rocha, Silvia MitikoNishida e Clélia AkikoHiruma-Lima do Instituto de Biociências da UNESP de Botucatu.
Este modelo permite, através de sua manipulação, observar o óocito sair do ovário, o espessamento do endométrio durante o ciclo menstrual e o descolamento do endométrio (menstruação). Além disso, podemos simular um espermatozoide atravessando o útero, o encontro do óocito e do espermatozoide na tuba uterina, assim como sua trajetória até a implantação no endométrio. Dependendo da profundidade que se pretende trabalhar este tema, é possível, ainda, envolver os hormônios produzidos nas diferentes fases do ciclo menstrual pelo ovário e relacionar com outros hormônios hipotalâmicos e hormônios hipofisários envolvidos no mesmo processo. Neste mesmo momento é possível também discutir com os alunos o surgimento dos caracteres sexuais secundários como, por exemplo, o surgimento de seios e desenvolvimento do formato do corpo feminino adulto.
O curso de férias mantém um canal no Youtube chamado “Reprodução de A a Z”  com vários filmes didáticos. Abaixo você pode conferir o filme da Judith sendo utilizada para explicar o ciclo menstrual:

O diferencial deste modelo vai além de mostrar a trajetória dos gametas sexuais e a formação/implantação do zigoto em caso de fecundação. É possível utilizar o modelo ao final do ciclo menstrual e realizar uma coleta do material expelido durante a menstruação.

Sobre a autora: Bióloga (PUC-RS),  Doutorado em Fisiologia USP-RP, Professora do Depto de Fisiologia da UNESP de Botucatu - SP e uma das coordenadoras do curso de férias "Reprodução de A a Z".

Quer saber mais? Veja os links embaixo
http://www.auladeanatomia.com/ http://www.saudeemmovimento.com.br/conteudos/conteudo_exibe1.asp?cod_noticia=1220
http://www.infoescola.com/sistema-reprodutor
CURI, R., PROCOPIO, J. Fisiologia Básica, 1ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2009. 900p.
SILVERTHORN, D.U. Fisiologia humana: uma abordagem integrada. 5ªed. São Paulo. Artmed, 2010. 816p.
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Seja um colaborador!

Postagens populares

Total de visualizações

Seguidores

Tecnologia do Blogger.